UMUARAMA AMPLIA SUA REDE DE CICLOVIAS

UMUARAMA AMPLIA SUA REDE DE CICLOVIAS

Com mais de 112 mil habitantes, a cidade de Umuarama, localizada na região noroeste do Paraná está implantando pouco mais de 5 quilômetros de ciclovias que se interligam a outras já existentes na cidade

Em um movimento que vem crescendo em muitas cidades de médio e pequeno porte do país, onde os administradores públicos entenderam a necessidade de investimento em estruturas para garantir aos cidadãos melhores condições para a mobilidade urbana sustentável, principalmente em seus deslocamentos casa-trabalho-casa e também estimulando a prática do ciclismo e permitir passeios seguros de bicicleta; a implantação de ciclovias e ciclofaixas vem ganhando espaço e com isso aumentando a utilização da bicicleta por mais pessoas. 

Uma das mais importantes avenidas de Umuarama, a Rio Grande do Norte, está recebendo uma ciclovia com 4,3 quilômetros com calçamento em concreto e com dois sentidos de circulação. A obra está sendo realizada no canteiro central da avenida que  receberá melhorias para garantir, também,  a acessibilidade a pessoas com deficiência.

Em outra avenida da cidade, a Angelo Moreira, está sendo construída uma ciclovia de 1,17 km. Na avenida Francisco Inácio de Lira,  será implementada uma  ciclofaixa com  pouco mais de 500 m de extensão protegida por tachões refletivos. Além dessas obras, um dos pontos de lazer de Umuarama, o Bosque Xeta, está sendo implantada uma outra ciclovia de 1,5 km

Mesmo ainda inacabadas, as obras  vem sendo utilizadas pela população após o horário de trabalho. “Esta opção de locomoção é muito aguardada pela população, que tem aderido ao transporte de bicicleta e à prática por lazer ou atividade física. Onde há espaço e áreas mais planas, vamos investir nessa modalidade”, destacou o prefeito Celso Pozzobom

(Prefeitura de Umuarama)

Admin

03 Março 2021

Mobilidade

Comentários

Destaque

Até 2030 o mercado de bicicletas deverá manter-se em alta. Na Europa a estimativa é que daqui a dez anos sejam comercializadas aproximadamente 30 milhões de unidades o que levará as vendas de bicicletas a mais de duas vezes o número de automóveis atualmente emplacados por ano na União Europeia