REINO UNIDO INVESTIRÁ NA BICICLETA PARA FACILITAR VOLTA AO TRABALHO APÓS A PANDEMIA

REINO UNIDO INVESTIRÁ NA BICICLETA PARA FACILITAR VOLTA AO TRABALHO APÓS A PANDEMIA

No último dia 9 de maio a governo britânico anunciou um investimento de 2 bilhões de libras ( aproximadamente R$ 14,23 bilhões) até 2025 para impulsionar o uso da bicicleta e a caminhada como meios de deslocamento mais seguro para o retorno ao trabalho após a pandemia do novo coronavírus.

Grant Shaps, secretário de Estado dos Transportes britânico, durante a entrevista coletiva,  declarou que as verbas serão  investidas na melhoria das vias para ciclistas e estradas públicas e no teste de scooters elétricos, com a intenção de incentivar uma mudança nos hábitos da população a longo prazo.

A exemplo do que comentaram outros gestores de cidades europeias como Milão e Madri, Shapps sinalizou que no processo de saída da quarentena, o transporte público não operará em plena capacidade e mesmo quando isso ocorrer as medidas de distanciamento social deverão ser rígidas, como consequência haverá menos espaço para passageiros.

Shapps destacou que a abertura "Será um processo gradual, não um simples salto para a liberdade", buscando com isso prevenir um segundo surto da Covid-19.

Londres já tem um plano e estima aumentar em dez vezes a utilização da bicicletas com ciclovias temporárias em rotas como a movimentada Euston Road e Park Lane. A cidade deverá reformar as ruas após o bloqueio do coronavírus apostando no aumento do uso da bicicleta, também serão alargadas calçadas em locais de grande circulação de pessoas permitindo um maior distanciamento social.fotos: Reuters

 

(EFE)

Admin

11 Maio 2020

Mobilidade

Comentários

Destaque

Após muita especulação sobre mudanças de lugar e uma provável alteração na data da realização da Interbike, a mais importante feira do mercado norte-americano, o seu vice-presidente Pat Hus anunciou na primeira semana de agosto a mudança do evento para a cidade de Lake-Tahoe em setembro de 2018.