RECIFE APOSTA NA BICICLETA PARA INCLUSÃO ECONÔMICA

RECIFE APOSTA NA BICICLETA PARA INCLUSÃO ECONÔMICA

O objetivo do projeto é possibilitar renda para as pessoas que estão desempregadas prestando serviços de entrega a domicílio com bicicletas

A prefeitura do Recife desenvolveu um programa para incentivar a inclusão econômica através do Projeto Renda por APP, do programa Chegando Junto, onde as pessoas recebem bicicletas, smartphones com pacote de dados e equipamentos de segurança. No último dia 24 de janeiro foram entregues 100 kits, até essa data já foram beneficiadas 300 pessoas pelo programa, e até o final de 2020, serão distribuídos no total 1500 kits.

O programa continua recebendo inscrições, e para participar das próximas rodadas, que acontecem sempre no último sábado de cada mês, pela Loteria Federal, o interessado precisa ser maior de 18 anos, comprovar residência no Recife e estar cadastrado como pessoa de baixa renda no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Governo Federal, há pelo menos seis meses. As inscrições são feita

Os candidatos devem se inscrever nas agências de emprego, situadas na avenida Rio Branco e no número 5600 da avenida Norte, munidos de documento oficial com foto, Número de Inscrição Social (NIS) e comprovante de endereço. As pessoas contempladas foram sorteadas no último dia 28 de dezembro pela extração da Loteria Federal. 

Ao completar a inscrição, o candidato recebe um número, que dá direito a participar de todos os sorteios até o final do projeto. Os ganhadores serão os portadores dos 100 números mais próximos do primeiro prêmio. Em caso de empate, valerá o número maior. A população pode tirar dúvidas e obter mais informações sobre o projeto Renda por APP por meio dos telefones 3355-2901 e 3355-8053. No total, serão 1.500 kits sorteados até o fim deste ano, sendo 100 a cada mês.

As bicicletas do kit são de aro 26, com 21 marchas, e vem acompanhadas de capacete e demais itens de segurança exigidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Com o equipamento, os sorteados poderão ter mais uma fonte de renda trabalhando para aplicativos de entrega como Rappi, Uber Eats, iFood e outros. Durante a entrega, os beneficiados receberam treinamento sobre segurança no trânsito e empreendedorismo.

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, com dados de 2018, mostrou que 18 milhões de brasileiros já usam os aplicativos como fonte de renda. Desse total, 4 milhões tem sua renda totalmente vinda dos APPs. Os dados mostram que os aplicativos são uma das principais fontes de renda dos trabalhadores autônomos.

 

Fonte: Prefeitura da Cidade do Recife

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

(Prefeitura da Cidade do Recife )

Admin

31 Janeiro 2020

Mobilidade

Comentários

Destaque

Uma pesquisa independente que consultou mais de 14 mil pessoas em 10 países da Europa, revela que os europeus estão muito propensos a adotarem a bicicleta elétrica para seus deslocamentos ao trabalho