PROPOSTA PARA QUE ESTACIONAMENTOS DE CURITIBA TENHAM  ESPAÇO EXCLUSIVO PARA BICICLETAS

PROPOSTA PARA QUE ESTACIONAMENTOS DE CURITIBA TENHAM ESPAÇO EXCLUSIVO PARA BICICLETAS

Com a proposta de incentivar às pessoas a utilizarem a bicicleta como meio de transporte na cidade de Curitiba, o vereador Edmar Colpani (PSB) levou à tramitação junto à Câmara Municipal da capital paranaense um projeto de lei que pretende obrigar a que todos os estacionamentos privados da cidade destinem um espaço seguro e protegido exclusivo para bicicletas ou similares com motorização a bateria e triciclos não motorizados. O preço a ser cobrado do usuário seria de no máximo 20% do valor pedido por carros de pequeno porte.

De acordo com o texto, estacionamentos com até 1.000 m²  teriam que ter espaço para guardar pelo menos 5 bicicletas. Acima de 1.000 m², ao menos 10. “O local reservado para as bicicletas deve ser próximo à entrada do estacionamento, visível ao controle dos manobristas, para segurança dos usuários”, diz o texto.

Caso a lei seja aprovada e sancionada pelo prefeito de Curitiba, o controle de entrada seria feito por meio de lacre numerado, o qual seria utilizado para fixação da bicicleta na barra de estacionamento e o cliente receberia um canhoto com o respectivo número.

Segundo a matéria, em caso de descumprimento da norma o estabelecimento ficaria sujeito à multa de até cinco salários mínimos, dobrados em caso de reincidência. A lei passaria a valer 180 dias após sua publicação no Diário Oficial do Município.

Colpani argumenta que o projeto foi elaborado a pedido de grupos de ciclistas “que estão cansados de ter prejuízos com bicicletas furtadas no centro da capital”. O vereador salienta que a matéria não gera custos ao Município e que poderá ser atrativa aos empresários, por acrescentar receita. “As bicicletas ocupam pouco espaço e podem ser penduradas verticalmente, não ocupando vagas destinadas aos carros”, diz.

“Garantir o oferecimento deste serviço pela iniciativa privada pode ampliar significativamente o número de usuários deste meio de transporte. Hoje não há uma regulamentação para que os estacionamentos possam receber bicicletas”, justifica Colpani.

fotos: divulgação

(Bem Paraná)

Admin

04 Outubro 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

Texto do Programa Bicicleta Brasil já está no Senado para análise. O PBB será financiado por multas, e a execução ficará sob responsabilidade dos setores públicos e privados ligados ao trânsito e à mobilidade urbana