PROJETO RELIX: CATADORES DE MACEIÓ GANHAM BICICLETAS DE CARGA

PROJETO RELIX: CATADORES DE MACEIÓ GANHAM BICICLETAS DE CARGA

O Projeto Relix começou a três anos em Pernambuco, agora ele se estende para Alagoas  aonde catadores de material reciclável ganharam bicicletas de carga. Além disso, o projeto busca conscientizar os cidadãos para correta destinação do lixo e a reciclagem

 

O projeto Relix, patrocinado pelo Sesi, com apoio institucional da Secretaria de Estado Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado de Alagoas entregou a catadores de material reciclado que atuavam na capital Maceió, 30 bicicletas de carga para serem utilizadas no trabalho de coleta diário. 

Essas bicicletas receberam a denominação de Ciclolix  e integram um projeto muito maior do Sesi em Alagoas com a realização de 130 apresentações teatrais e exposição fotográfica em escolas, indústrias, teatros e espaços públicos em vários munícipios. A ação faz parte do Projeto Relix que incentiva a conscientização a respeito da correta destinação do lixo e a reciclagem.

Em cada escola e indústria por onde passar, o Relix também apresentará a Ciclolix, a bicicleta coletora que estará carregada com resíduo reciclado limpo e como suporte para expor fotos de catadores levando ao espectador a conhecer, refletir e criar uma nova e adequada consciência sobre a lei de Aterros Sanitários, sobre o papel social dos catadores de lixo, da importância da reciclagem, sobre a logística reversa e, sobretudo, a urgente necessidade de redução do lixo gerado por cada indivíduo.

As instituições envolvidas no processo firmarão um acordo de colaboração com a cooperativa de catadores mais próxima para que o lixo daquela região tenha um destino adequado.

O Projeto Relix segue os o objetivos do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, e começou em Pernambuco em setembro de 2014, chegando a 26 municípios do Estado e alcançando mais de 45 mil pessoas.

A proposta com as Ciclolix é trazer dignidade aos catadores  que ao invés de empurrar pesados carrinhos, terão de pedalar é também um meio de acabar com o uso de tração animal para rebocar as carroças utilizadas pelos catadores.  Em entrevista ao portal de notícias G1 a catadora Maria Goreti da Silva Batista, muito animada com a Ciclolix, comentou: “Essa bicicleta é muito maravilhosa. Sou catadora há 3 anos e ela vai ajudar bastante no trabalho, vai agilizar. Aí, além de catar os entulhos, aproveito para malhar as pernas pedalando”.

 

(Projeto Relix - G1)

Admin

14 Março 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

Fabricantes europeus estão fazendo um movimento de retorno, levando suas produções para mais perto da sua rede de distribuição na Europa. Agilidade nas entregas e possibilidade de atender a costumização estão sendo levados em conta por grandes players do setor