PROJETO RELIX: CATADORES DE MACEIÓ GANHAM BICICLETAS DE CARGA

PROJETO RELIX: CATADORES DE MACEIÓ GANHAM BICICLETAS DE CARGA

O Projeto Relix começou a três anos em Pernambuco, agora ele se estende para Alagoas  aonde catadores de material reciclável ganharam bicicletas de carga. Além disso, o projeto busca conscientizar os cidadãos para correta destinação do lixo e a reciclagem

 

O projeto Relix, patrocinado pelo Sesi, com apoio institucional da Secretaria de Estado Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado de Alagoas entregou a catadores de material reciclado que atuavam na capital Maceió, 30 bicicletas de carga para serem utilizadas no trabalho de coleta diário. 

Essas bicicletas receberam a denominação de Ciclolix  e integram um projeto muito maior do Sesi em Alagoas com a realização de 130 apresentações teatrais e exposição fotográfica em escolas, indústrias, teatros e espaços públicos em vários munícipios. A ação faz parte do Projeto Relix que incentiva a conscientização a respeito da correta destinação do lixo e a reciclagem.

Em cada escola e indústria por onde passar, o Relix também apresentará a Ciclolix, a bicicleta coletora que estará carregada com resíduo reciclado limpo e como suporte para expor fotos de catadores levando ao espectador a conhecer, refletir e criar uma nova e adequada consciência sobre a lei de Aterros Sanitários, sobre o papel social dos catadores de lixo, da importância da reciclagem, sobre a logística reversa e, sobretudo, a urgente necessidade de redução do lixo gerado por cada indivíduo.

As instituições envolvidas no processo firmarão um acordo de colaboração com a cooperativa de catadores mais próxima para que o lixo daquela região tenha um destino adequado.

O Projeto Relix segue os o objetivos do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, e começou em Pernambuco em setembro de 2014, chegando a 26 municípios do Estado e alcançando mais de 45 mil pessoas.

A proposta com as Ciclolix é trazer dignidade aos catadores  que ao invés de empurrar pesados carrinhos, terão de pedalar é também um meio de acabar com o uso de tração animal para rebocar as carroças utilizadas pelos catadores.  Em entrevista ao portal de notícias G1 a catadora Maria Goreti da Silva Batista, muito animada com a Ciclolix, comentou: “Essa bicicleta é muito maravilhosa. Sou catadora há 3 anos e ela vai ajudar bastante no trabalho, vai agilizar. Aí, além de catar os entulhos, aproveito para malhar as pernas pedalando”.

 

(Projeto Relix - G1)

Admin

14 Março 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

CAMEX passa ao comando do presidente em exercício Michel Temer