PROJETO PEDALAR OFERECE CURSO DE MECÂNICO A DETENTOS

PROJETO PEDALAR OFERECE CURSO DE MECÂNICO A DETENTOS

Desde março passado, alguns presos do Centro de Detenção Provisória de Jundiaí (SP) estão recebendo aulas de mecânica de bicicletas. A iniciativa partiu de Alexandre Apolinário de Oliveira, diretor daquela unidade prisional, quando sua equipe identificou que a crescente demanda por mecânicos de bicicleta poderia ser uma oportunidade para o preso provisório.

As duas bicicletas utilizadas no curso foram cedidas pelo Instituto Ação Pela Paz, parceiro do projeto com a Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel de Amparo ao Preso (Funap). As aulas, para um grupo de 16 presos escolhidos por bom comportamento, acontecem uma vez por semana. O Projeto Pedalar nasceu da busca no mercado por uma capacitação inovadora e inédita no Estado de São Paulo e pretende formar seis turmas de detentos até o fim de julho.

Para Alexandre Apolinário de Oliveira, diretor técnico do CDP, é um nicho de mercado onde o próprio preso pode montar o seu negócio depois que sair da prisão e não mais reincidir no crime. "Essa é uma das missões da nossa secretaria, não apenas custodiar a pessoa presa, mas transformar a sua realidade para que ele tenha novas oportunidades e aí consiga realmente construir o seu caminho fora dos muros. Juntamente com isso ele também pode ser o empregador de outras pessoas e transmitir esse conhecimento", acredita.

As aulas estão a cargo de Marco Antonio Bueno da Silva, 60 anos, voluntário da Sociedade São Vicente de Paulo, que atua no Brasil e em 170 países. Ele começou a mexer nas bikes ainda jovem e depois se interessou pelas aulas de mecânica na internet. É ciclista por lazer e recebeu o convite para dar aulas com entusiasmo. Aproveita o tempo que passa com os alunos para levar mensagens de otimismo, inteligência emocional e motivação para o trabalho, sem julgar ninguém. "O retorno que eu tive foi muito gratificante, porque eles mostraram muito interesse em aprender a mexer com bicicleta", diz, dentro da sala de aula teórica em frente à oficina, com mesas, cadeiras e um painel fotográfico encomendado especialmente para o Projeto Pedalar.

fotos: Caio Guatelli

(Pro Coletivo)

Admin

13 Maio 2022

Mobilidade

Comentários

Destaque

Mais ciclistas nas ruas, mais quilômetros de ciclofaixas e o resultado direto repercutiu nas vendas e lojas especializadas de Niterói, aonde a crise não se fez sentir com intensidade, pelo contrário, as bicicletarias, segundo aponta o jornal O Globo, tiveram aumento nas vendas