Projeto de bolsistas do Pibid incentiva uso da bicicleta

Projeto de bolsistas do Pibid incentiva uso da bicicleta

Em 2021, quando o ensino passou a acontecer de forma remota por causa da pandemia de COVID-19, professores de Monte Belo e Juruaia, no interior de Minas Gerais, perceberam um aumento do uso da bicicleta nas cidades e identificaram o potencial do veículo como conteúdo para suas aulas.

A partir de discussões nos encontros do Programas Institucional de Iniciação à Docência (Pibid), uma ação da CAPES para a formação de profissionais de educação, os participantes decidiram abordar o tema com os alunos do ensino fundamental.

A iniciativa nasceu em um grupo do PIBID do curso de Educação Física do campus de Muzambinho, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais. Os participantes criaram uma publicação virtual com aulas que tratavam de diversos aspectos da bicicleta: a história, os equipamentos de proteção, orientações para aprender a pedalar, benefícios da atividade e a importância do veículo para a saúde, a mobilidade urbana e o meio ambiente. ”As aulas planejadas continham, além da teoria, atividades pedagógicas, exercícios práticos e digitais”, conta Fagner José Passos, professor e supervisor do programa.  

Todo o desenvolvimento do trabalho teve a colaboração dos bolsistas do PIBID, que também aplicaram questionários para levantar o interesse dos alunos pelo tema.

O resultado, chamado “Pedalando na Educação Física Escolar – o percurso da Escola para a Sociedade”, foi aceito pelas secretarias de educação dos municípios e produzido em formato digital e impresso.

Mais de 630 alunos nas duas cidades tiveram acesso ao material”, conta Fagner Passos. Segundo o professor, o conteúdo foi elogiado pelos estudantes e suas famílias. “Os alunos relataram ter aprendido a andar de bicicleta a partir das atividades sugeridas e pediram a continuidade do projeto no retorno às aulas presenciais”. O projeto alcançou também educadores que trabalham com crianças com deficiência.

A experiência foi apresentada em congressos e eventos de Educação e três pesquisas estão em andamento pelos beneficiários do Pibid. O projeto, desenvolvido em parceria com os bolsistas Maria Eduarda Franco Silva, Isabela Lambardozzi Garcia, Miryan Isis Miranda, Alex Vitor de Assis, Luiz Felipe Silva, Iago Oliveira Garroni de Souza e Arnaldo Sifuentes Pinheiro Leitão, também chegou à semifinal na 2ª edição do Prêmio Professor Transformador.

“Trazer para a escola, para a aula de Educação Física, um tema tão importante como o uso da bicicleta é uma peça fundamental para discutir não somente o andar de bicicleta e motivar as pessoas a estarem ativas fisicamente, mas possibilitar novos significados e trazer um debate mais próximo das questões sociais”, argumenta Fagner Passos. “Essa intervenção contribuiu para a formação dos bolsistas, no sentido de ampliar a diversidade de conteúdo na Educação Física Escolar e ampliar o seu leque de possibilidades para a área”, acrescenta ele, que defende a criação de políticas públicas para que o incentivo continue nas comunidades e nas escolas.

Pibid oferece aos alunos da primeira metade do curso de licenciatura uma aproximação prática com o cotidiano da escola. São 30 mil bolsistas em todo País. “Estar no Programa e receber o apoio foi fundamental para o desenvolvimento do projeto. Estreitamos os laços entre a universidade e a escola, mostrando, assim, a importância da manutenção do Programa”, afirma o professor, bolsista de setembro de 2021 a março de 2022.   

 

foto: MEC 

 

(Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da CAPES)

Admin

29 Abril 2022

Mobilidade

Comentários

Destaque

Impulsionada pelo crescimento do mercado com maior demanda de produtos e a necessidade de um espaço maior para o evento, os organizadores da Eurobike em 2022 levarão a feira para Frankfurt