GOIÂNIA LANÇA PROJETO DE BICICLETAS COMPARTILHADAS

GOIÂNIA LANÇA PROJETO DE BICICLETAS COMPARTILHADAS

GOIÂNIA LANÇA PROJETO DE BICICLETAS COMPARTILHADAS

Lançado no início do mês de julho pela prefeitura de Goiânia, um edital público  para a implantação de 30 estações para receber o compartilhamento de 300 bicicletas. A data limite para a apresentação das propostas é no dia 10 de agosto.

Segundo o  diretor técnico da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Sávio Afonso, o objetivo deste projeto é dotar a cidade de mais opções de locomoção complementar integradas aos demais meios de transporte, como o ônibus.

Com a licitação a prefeitura  está em busca de patrocinadores que custearão o sistema de compartilhamento de bicicletas similar aos já em atividade em outras cidades do páis, assim,  o poder público não terá custo nenhum, ficando encarregado apenas de coordenar a proposta. “A prefeitura vai ceder espaços públicos para a implantação das estações e fiscalizar a execução do serviço”, explicou Sávio Afonso.

Estudos da CMTC de Goiânia apontam que aproximadamente 4% da população da cidade e 6% da região metropolitana já utilizam a bicicleta como meio de locomoção. O transporte público coletivo é usado por 30% desta população.  O aumento da utilização de bicicletas, segundo os técnicos se dá também graças à construção de vários trechos de ciclovias pela prefeitura. Diante deste cenário, Sávio Afonso avalia que o incentivo ao uso da bicicleta favorece a inclusão de parcela da população além de preservar o direito de ir e vir dos cidadãos nos diferentes espaços da cidade. A cidade vem implantando ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas desde 2012, já estão implantados 50 km e há outros 44 km em processo de implantação.

A instalação desses novos equipamentos é prevista para pontos estratégicos da cidade e a previsão é de que ao menos 10 estações já estejam em funcionamento até o final do ano. Segundo o diretor técnico da CMTC a implantação será de forma gradativa e já após  abertura das propostas, o vencedor terá 15 dias para instalar a primeira estação, 45 a segunda e 75 dias a terceira

foto: divulgação 

(Secom-Goiânia)

Admin

25 Julho 2016

Mobilidade

Comentários