FABRICANTE DE CARROS QUER CONTRIBUIR COM A SEGURANÇA DOS CICLISTAS

FABRICANTE DE CARROS QUER CONTRIBUIR COM A SEGURANÇA DOS CICLISTAS

Uma das mais importantes fábricas de veículos automotores, quando o assunto é segurança,  e um fabricante de capacetes para ciclismo se unem em um projeto que busca melhorar a segurança dos usuários de bicicletas

 

A sueca Volvo é reconhecida pela sua liderança na segurança automotiva,   recentemente se uniu a um fabricante de equipamentos de proteção para ciclsitas para desenvolver testes de colisão de capacetes para uso em bicicleta contra carros.  Trata-se de um projeto de pesquisa inovador que visa entender os tipos de ferimentos que os ciclistas podem sofrer nas ruas em colisões contra veículos,  com isso no futuro garantir maior proteção aos ciclistas.

Segundo a empresa,  os atuais procedimentos de testes de capacetes para ciclistas são bastante rudimentares, com capacetes sendo jogados de diferentes alturas em superfícies planas ou em ângulo, e não levam em consideração acidentes entre  veículos e bicicletas. A nova metodologia desenvolvida pela indústria sueca é feita com testes de colisão de veículos contra capacetes para ciclistas como uma forma de melhorar a segurança de quem estiver em uma bicicleta.

Durante esses testes, os capacetes de ciclismo são usados ​​por cabeças de bonecos de impacto montados em uma plataforma de testes, de onde são lançados em diferentes áreas do capô de um carro parado, em diferentes velocidades e ângulos para várias medições. Esses testes são baseados em procedimentos existentes em testes regulatórios para proteção de pedestres. Isso permite que a fabricante de carros e a de capacetes  façam um comparativo direto e avaliar os efeitos das lesões para quem usa ou não o capacete.

“Este projeto  é um bom exemplo de nosso espírito pioneiro em segurança", disse Malin Ekholm, chefe do Centro de Segurança da Volvo. "Frequentemente desenvolvemos novos métodos de testes para cenários de tráfego desafiadores. Nosso objetivo não é apenas atender aos requisitos legais ou receber notas máximas  nos testes de classificação. Em vez disso, queremos ir além , usando situações reais de trânsito para desenvolver tecnologias que aumentem ainda mais a segurança.", concluiu.

Não é a primeira vez que as empresas desenvolvem projetos em conjunto para buscar mais segurança aos ciclistas. Em 2013 desenvolveram um sistema que conecta os capacetes para ciclistas com os carros pela internet. Com isso, ele seria capaz de avisar os motoristas de que há um ciclista por perto em um ponto cego.

(Volvo Cars)

Admin

14 Junho 2019

Mobilidade

Comentários

Destaque

A Comissão de Infraestrutura do Senado está analisando projeto de lei da senadora Leila Barros (PSB-DF), que favorece a utilização da bicicleta e promove a integração de modais no transporte urbano.