EVENTO DE ABERTURA DE CICLOVIA EM NITERÓI REÚNE 1,2 MIL CICLISTAS

EVENTO DE ABERTURA DE CICLOVIA EM NITERÓI REÚNE 1,2 MIL CICLISTAS

Cerca de 1.200 ciclistas participaram, no domingo (20/02) em Niterói/RJ, de uma pedalada que saiu da Concha Acústica, no Centro, em direção à ciclovia de Piratininga para marcar a abertura desse novo trecho que somado às demais rotas da cidade totalizam 52 quilômetros cicláveis.

A Prefeitura de Niterói vem investindo na ampliação da malha viária da cidade: apenas em 2021, o município implantou e requalificou mais de 10 quilômetros de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas na Zona Norte, Sul e Região Oceânica. O passeio contou com o apoio da Administração Regional Oceânica e da Guarda Municipal.

Segundo Filipe Simões,  da Coordenadoria Niterói de Bicicleta, vários trechos de ciclovias ainda passarão por intervenções de requalificação em março. Esse foi o primeiro trecho inaugurado no sistema cicloviário da Região Oceânica.

“A inauguração desta, que é a mais extensa ciclovia da cidade, é um momento de celebração para todos, ciclistas ou não. Temos, hoje, uma Piratininga mais acessível, democrática e próxima da escala humana de uso da cidade. Chama atenção o número de crianças e famílias que passaram a ter mais esta opção de lazer ao longo da ciclovia da praia, além dos trabalhadores que se deslocam de forma mais segura pelo bairro na ciclofaixa requalificada da Av. Dr. Acúrcio Torres. O passeio do último domingo foi uma bela demonstração de que a pauta da bicicleta continuará com forte apelo popular”, reforçou Filipe.

O passeio foi organizado pela sociedade civil e contou com a presença da cicloativista Renata Falzoni que destacou a importância dessas estruturas:
“Niterói está no rumo certo. Pouco a pouco criando ciclovias, em um ritmo constante, pensando na cidade como um todo, de tal forma que em pouco tempo a malha cicloviária estará ligando a cidade toda, não só a parte mais nobre, mas também as regiões periféricas de onde vêm os trabalhadores”.

As ciclovias são parte do projeto de requalificação do sistema de transportes do bairro de Piratininga, que além do Parque Orla Piratininga, também receberá as obras da nova rótula de acesso a Camboinhas, para solucionar o maior gargalo no trânsito do bairro. A segregação da ciclovia, que já existia no local, não causará impactos na capacidade da Av. Almirante Tamandaré e dará mais segurança e conforto para as pessoas que já utilizam a bicicleta no local.
Até o momento, a Prefeitura de Niterói já implantou ou requalificou trechos que correspondem aos eixos com maior circulação de ciclistas, como a Rua Paulo Alves, no Ingá, Av. Sílvio Picanço, em Charitas, Av. Quintino Bocaiúva, São Francisco, e Av. Luiz Palmier, Barreto. Em 2020, o trabalho já tinha passado pelas ciclovias da Av. Amaral Peixoto e Rua São Lourenço, prosseguindo pela Estrada Leopoldo Fróes e Avenida Roberto Silveira.

(Fonte: Prefeitura de Niterói)

Admin

22 Fevereiro 2022

Mobilidade

Comentários