EM VOTAÇÃO: EMPRÉSTIMOS DO BNDES PARA USO DA BICICLETA PARA IR E VIR AO TRABALHO

EM VOTAÇÃO: EMPRÉSTIMOS DO BNDES PARA USO DA BICICLETA PARA IR E VIR AO TRABALHO

Após quatro anos de tramites e emendas, está pronto para votação pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) o projeto que autoriza o Poder Executivo a conceder empréstimos subsidiados a empresas que queiram adquirir bicicletas ou construir bicicletários para seus funcionários. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 317/2014 é de autoria do então senador Fleury (DEM-GO) e tem parecer favorável da relatora, senadora Lídice da Mata (PSB-BA). Se aprovado, o projeto autorizará o governo a conceder via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social financiamentos que poderão ter um prazo de duração de 10 anos; um prazo de carência de 3 anos; e a taxa de juros de longo prazo (TJLP) mais os encargos normalmente cobrados pelo BNDES para que empresas comprem bicicletas e construam bicicletários com objetivo de estimular que que seus funcionários adotem esse meio de transporte. As bicicletas deverão ser destinadas preferencialmente ao uso comunitário dos trabalhadores. E os bicicletários terão que ser instalados nas sedes ou subsidiárias de cada empresa. O projeto ainda autoriza o Ministério do Meio Ambiente a criar o Selo de Sustentabilidade em Mobilidade Urbana, que será concedido às empresas que adquirirem as bicicletas e instalarem bicicletários. Em seu relatório, a senadora Lídice da Mata argumenta que a utilização das bicicletas como modal contribui para o desenvolvimento sustentável, por desestimular o uso de outras opções mais poluentes na rede de mobilidade urbana. O senador, citou dados da ANTP - Associação Nacional de Transporte Público – em que se apresenta o crescimento de quase 10% ao ano na utilização da bicicleta como meio de transporte nos últimos 10 anos para justificar o seu projeto. “A fabricação anual supera 4 milhões de unidades. Apesar disso a bicicleta ainda é um meio pouco representativo, correspondendo a menos de 4% dentre as opções de transporte para deslocamentos urbanos” e ainda acrescentou que a medida contribui para a redução dos níveis de poluição.

 Fotos: Pedro Ventura/Agência Brasília - Senado Federal 

 

(Fonte: Agência Senado)

Admin

21 Janeiro 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

As bicicletas elétricas vem provocando um expressivo aumento nas vendas. Junto ao bom desempenho comercial, muitas empresas estão buscando novas soluções para garantir maior autonomia e melhor desempenho das baterias. Com a utilização de Grafeno aliado à nanotecnologia as baterias para e-bikes, em breve, devem passar por uma revolução