Dia Mundial do Meio Ambiente: A BICICLETA PARA VENCER A POLUIÇÃO

Dia Mundial do Meio Ambiente: A BICICLETA PARA VENCER A POLUIÇÃO

Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS – nove em cada dez pessoas respiram ar sujo, responsável por mais de 7 milhões de mortes prematuras por ano. No dia 5 de junho, comemora-se o dia Mundial do Meio Ambiente da ONU, a campanha internacional por uma ar mais limpo adotodou o slogan #BeatAirPollution e a bicicleta estará no centro da agenda como uma solução para ajudar a combater essa emergência ambiental e de saúde pública.

Mudar a forma como transportamos pessoas e bens para modos de transporte não poluentes é essencial se quisermos respirar mais facilmente e nos mantermos mais saudáveis.

A dependência de combustíveis fósseis do setor de transporte - particularmente diesel - continua a ser uma importante fonte de poluição do ar. Segundo a ONU:

* As emissões dos transportes foram ligadas a quase 400.000 mortes prematuras nos países da UE em 2014.

* Quase metade de todas as mortes relacionadas à poluição do ar causada pelos transportes são causadas pelas emissões de diesel.

* Aqueles que vivem mais próximos das principais artérias de trânsito têm até 12% mais chances de serem diagnosticados com demência.

* Além disso, o veúclos de transporte são responsáveis por um quarto das emissões globais de CO² - um número que está aumentando.

Passar a usar a bicicleta, adotar os deslocamentos a pé e o uso do transportes públicos é uma das melhores mudanças que uma pessoa pode fazer para reduzir a poluição do ar local e os congestionamentos. Nas cidades em particular, onde as viagens tendem a ser mais curtas, é mais fácil passar a adotar a bicicleta como um meio de transporte diário que gera zero emissões de poluentes. Além disso, a adoção da bicicleta  pode reduzir a exposição de um indivíduo ao ar tóxico em estradas movimentadas. Um estudo de 2018 feito no Reino Unido,   revelou que os ciclistas sofreram a menor exposição à poluição do ar durante uma jornada de 4 km, em comparação com pessoas em carros, ônibus e até mesmo os pedestres.

Neste momento, o surgimento e a ascensão das bicicletas elétricas de carga tem um grande potencial para a redução das emissões de poluentes. Esses tipos de bicicletas são usadas cada vez mais para a entrega de mercadorias – com isso, tirando de circulação uma série de veículos movidos a   combustíveis fósseis. Os principais operadores do mercado europeu  de correio e entregas lançaram programas para a utilização de  e-bike / e-cargo nas entregas.  Um estudo holandês de 2018 revela que 20% de todas as vans de entrega que circulam nas cidades poderiam ser substituídas por bicicletas elétricas de carga.

A China é o anfitrião deste ano das celebrações do Dia Mundial do Meio Ambiente, e eventos aconteceram em várias cidades chinesas para aumentar a conscientização sobre a poluição do ar e incentivar a ação de indivíduos, empresas e políticos. O país deu grandes passos no combate à poluição do ar - e grande parte desse movimento se deu promovendo o uso da bicicleta junto aos cidadãos.

 

Fotos: ©HannePeer e storyvillegirl/VisualHunt

 

(ONU-UCI)

Admin

04 Junho 2019

Mobilidade

Comentários

Destaque

A disputa comercial entre os Estados Unidos e China, e a mais recente contra a U.E. motivada por subsídios à indústria aeronáutica; os operadores do setor dos EUA também foram atingidos com a inclusão de bicicletas quadros e componentes nas ações do governo Trump que sobretaxam produtos desses países. Importadores dos Estados Unidos solicitaram exclusões tarifarias à representação comercial daquele país e tem obtido sucesso