CICLOTURISMO: LANÇADA ROTA DOS DINOSSAUROS NO RIO GRANDE DO SUL

CICLOTURISMO: LANÇADA ROTA DOS DINOSSAUROS NO RIO GRANDE DO SUL

Reconhecida pela comunidade científica da Paleontologia como um território de passagem e vivência dos dinossauros, a cidade de Candelária, na Região Central do Rio Grande do Sul passa a sediar, a partir da primeira semana de novembro, uma rota de cicloturismo voltada ao assunto. A ideia surgiu com apaixonados por bicicleta que notaram o potencial de turismo ainda não explorado nesse aspecto na região.

Segundo a coordenadora do Grupo Rota dos Dinossauros, Caren Menezes, de 39 anos, o objetivo principal é desenvolver o turismo rural, ajudando na identificação dos empreendimentos com vocação para isso. O caminho a ser percorrido de bicicleta passará por museus paleontológicos e pontos com réplicas dos animais e onde foram encontrados fósseis, além de outros pontos turísticos como sítios, cascatas e grutas.

“É uma rota autoguiada permanente, que fica aberta o ano inteiro para quem quiser percorrê-la. Repassamos as informações para os cicloturistas planejarem sua rota. São 327 quilômetros, os quais recomendamos que sejam percorridos em sete dias”, comentou Caren. O percurso é feito em 95% por estradas de terra batida, com o objetivo de evitar colocar o ciclista em trechos muito movimentados.

“Vamos promover eventos durante o ano em um calendário, mas o cicloturista pode fazer por conta ou com uma turma”, complementou a coordenadora. A rota sai de Candelária, considerada cidade sede do roteiro e passa por Cerro Branco, Paraíso do Sul, Agudo, Restinga Seca, São João do Polêsine, Faxinal do Soturno, Dona Francisca, Ibarama, Lagoa Bonita do Sul, Passa Sete, Sobradinho, Paraíso do Sul e Novo Cabrais

As cidades envolvidas na rota estão em 4 regiões geográficas imediatas diferentes, e para fácil identificação foi criado um logotipo e um mapa com 4 cores, as quais mudam em tonalidades. Cada região que o cicloturista irá passar tem suas particularidades, as quais se sobrepõe em alguns aspectos.

Mais informações sobre opções de acomodação, quilometragem, altimetria e pontos turísticos podem ser encontradas no site  rotadosdinossauros.com.br

(GAZ)

Admin

23 Novembro 2022

Mobilidade

Comentários

Destaque

Uma pesquisa independente que consultou mais de 14 mil pessoas em 10 países da Europa, revela que os europeus estão muito propensos a adotarem a bicicleta elétrica para seus deslocamentos ao trabalho