CICLISTA COM CADEIRINHA INFANTIL É MAIS RESPEITADO NAS RUA

CICLISTA COM CADEIRINHA INFANTIL É MAIS RESPEITADO NAS RUA

Um estudo publicado recentemente na Europa sobre os comportamentos de segurança no trânsito, e sobre as tendências dos motoristas nas ultrapassagens, verificou que quando a bicicleta está equipada com uma cadeirinha infantil a tendência é de que se dê mais espaço, e segurança ao ciclista.

Sob o título de ‘O impacto de uma cadeirinha e o reboque de bicicleta infantil no comportamento objetivo de ultrapassagem de veículos motorizados que passam por ciclistasa pesquisa que faz parte de um estudo denominado Psicologia do Trânsito e Comportamento, buscou entender quais as reações dos motoristas e a distância de ultrapassagem ao passar por uma bicicleta equipada com cadeirinha infantil ou reboque.

Com dados de 19 viagens de bicicleta feitos sempre na mesma estrada com variáveis que incluíram horários do dia, tipo de cadeira infantil ou reboque/trailer, infraestrutura disponível, os resultados apresentados são muito claros e apontam que quando uma criança está presente na bicicleta, a distância lateral de ultrapassagem é pelo menos 10 centímetros maior.

Quando a cadeirinha infantil não estava instalada, as ultrapassagens perigosas, aquelas com distância inferior ou igual a 100 cm, aumentaram drasticamente, principalmente durante os horários de pico da manhã, entre as 7h e as 9h. Foi constatado que 35,3% das ultrapassagens durante esse horário do dia foram muito próximos quando não havia uma criança, e caiu para 21,8%, um número ainda perigoso, quando o ciclista estava com seu filho na cadeirinha ou levava um reboque infantil.

O estudo conclui que os motoristas ao visualizarem ciclistas que transportam crianças tendem a fazer ultrapassagens mantendo distâncias laterais maiores, e portanto mais seguras.  

Em geral, com 25,3% das manobras de ultrapassagem sendo feitas a uma distância de 100 cm; distância não muito segura,  pois caso o ciclista precise fazer uma manobra ou movimento repentino para desviar de um buraco ou alguma sujeira na rua criasse uma situação de risco e tensão, por isso o estudo aponta  a necessidade de uma maior fiscalização por parte das autoridades para o cumprimento das regras de trânsito no que diz respeito às distâncias de ultrapassagens de bicicletas e promover, inclusive campanhas educativas para motoristas.

Fotos: divulgação

(Science Direct)

Admin

04 Novembro 2020

Mobilidade

Comentários

Destaque

Um mercado que não para de crescer. As vendas e e-bikes na Europa estão em constante crescimento, mas qual o fôlego e até onde podem chegar as vendas. Há que aposte que nos próximos 5 anos, as vendas deverão triplicar