CAMPANHA GLOGAL DE SEGURANÇA VIÁRIA COLOCA LADO A LADO ENTIDADES DO AUTOMOBILISMO E DO CICLISMO

CAMPANHA GLOGAL DE SEGURANÇA VIÁRIA COLOCA LADO A LADO ENTIDADES DO AUTOMOBILISMO E DO CICLISMO

Em uma ação conjunta a FIA – Federação Internacional de Automobilismo e a UCI  - União Ciclista Internacional -  antes do  GP da Emilia Romagna,  disputado no icônico circuito Enzo e Dino Ferrari, em Imola, apresentaram sua campanha mundial pela segurança no trânsito e a importância de compartilhar as estradas entre motoristas e ciclistas #3500LIVES

Tanto para o ciclista Julian Alaphilippe quanto ao piloto Mick Schumacher o circuito de Imola tem um forte valor simbólico. Para Mick Schumacher é o local onde fará seu primeiro Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1 e para  Julian Alaphilippe é a pista onde conquistou o título de campeão mundial de estrada em 2020.

Todos os dias, mais de 3.500 pessoas morrem nas estradas do mundo, incluindo 500 crianças. Com o objetivo de enfrentar o desafio da segurança no trânsito, a Campanha # 3500LIVES destaca o papel que cada pessoa pode desempenhar para tornar as estradas mais seguras para todos os usuários. 

Desde 2017, a campanha foi traduzida para 33 idiomas e exibida em mais de 1.200 vilas e cidades em mais de 80 países todos os anos, graças ao apoio da JCDecaux, empresa número um de publicidade outdoor e parceira na campanha. As mensagens da campanha serão reforçadas pela nova regra apoiada por Mick Schumacher e Julian Alaphilippe.

A FIA e a UCI estão trabalhando juntas para enfrentar o desafio da segurança no trânsito, especialmente promovendo a Campanha de Segurança no Trânsito # 3500LIVES e aumentando a conscientização sobre a necessidade de compartilhar a via entre motoristas, ciclistas e outros usuários da via.

Hoje, pedestres, ciclistas e motociclistas são cerca 54% de todas as mortes no trânsito, enquanto os ocupantes de automóveis respondem por 29%. A falta de infraestrutura dedicada, como ciclovias em alguns países, deixa os ciclistas vulneráveis ​​a impactos e lesões. 

À luz da pandemia COVID-19, cada vez mais pessoas têm relutado em usar o transporte público e estão optando por meios de transporte alternativos: caminhada, bicicleta, motocicleta, ciclomotor ... tornando a necessidade de compartilhar a estrada ainda mais relevante.

Ao participar da 'Share the Road' (divida a estrada), Mick Schumacher e Julian Alaphilippe convidam todos os usuários da estrada a obedecer aos limites de velocidade, desacelerar em condições de visibilidade reduzida, sinalizar suas intenções com antecedência e manter uma distância segura. Mais especificamente, eles incentivam os motoristas a estarem atentos às ciclovias e a garantir uma distância de ultrapassagem segura ao ultrapassar ciclistas. Eles também recomendam que os ciclistas usem capacete, fiquem visíveis e usem as ciclovias quando possível. 

Jean Todt, presidente da FIA e enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas para a segurança no trânsito , declarou: “ Estou muito feliz que dois jovens e promissores embaixadores como Mick e Julian se juntaram à nossa campanha FIA-JCDecaux # 3500LIVES. Eles nos ajudarão a divulgar nossa nova mensagem de segurança no trânsito, 'Compartilhe a estrada', simbolizada por um ciclista ao lado de um motorista de carro. Penso que, na qualidade de modelo, poderão chegar aos jovens que são particularmente afetados porque os acidentes de viação são a principal causa de morte de 5 a 29 anos. Agradeço também calorosamente a David Lappartient e à UCI por seu forte apoio. Estou confiante de que, todos juntos, contribuiremos para tornar nossas estradas mais seguras ”.

Jean-Charles Decaux, Presidente da Comissão Executiva e Co-CEO da JCDecaux SA , afirmou: “Esta campanha com a FIA, fruto de quatro anos de trabalho conjunto, visa promover a grande causa da segurança rodoviária para poupar como tantas vidas quanto possível em todo o mundo e evita a dor da perda de um cônjuge, um filho, um parente, um amigo. Costumamos falar sobre "vítimas da estrada" como se as estradas devessem ser culpadas, enquanto nove em cada dez os acidentes graves têm uma causa humana. Proteger as estradas significa proteger mais do que apenas as estradas. A pandemia COVID-19 ampliou esta realidade: o espaço público é partilhado e a mobilidade é múltipla. Sensibilizar os condutores significa aumentar a sensibilização de todas as partes interessadas. Este novo visual complementará as mensagens de campanha existentes e estamos muito satisfeitos em ajudá-los a atingir o maior público possível por meio de nossa rede. ”

David Lappartient, presidente da UCI , disse: “ A UCI tem o prazer de fazer parceria com a FIA na campanha # 3500LIVES. Garantir que ciclistas de todas as idades possam viajar com segurança em todas as estradas e compreender a importância do respeito mútuo entre todos os usuários da estrada é de extrema importância para a UCI, especialmente durante uma época em que as bicicletas estão crescendo como uma atividade e meio de transporte saudáveis. ”

Mick Schumacher disse: “Quando me ofereceram para participar da Campanha # 3500LIVES, nem pensei em dizer sim. Como motorista profissional, sinto que tenho a responsabilidade de ajudar a divulgar a mensagem de segurança no trânsito, especialmente entre os jovens. Na minha rotina de preparação para o meu esporte, vou andar de bicicleta com frequência, então sei de primeira mão como é importante compartilhar a estrada. Cuidado com os ciclistas, motociclistas e pedestres ao dirigir. Juntos, podemos salvar vidas. ”

Julian Alaphilippe disse: “Cada vez mais pessoas andam de bicicleta hoje em dia, principalmente nas cidades e isso é muito bom. A segurança no trânsito é uma questão crucial e, como ciclista profissional, acho importante agir. É por isso que fiquei feliz em participar da Campanha # 3500LIVES. Eu encorajo todos os ciclistas a obedecerem às regras de circulação, se certificarem de que estão visíveis e prestarem atenção aos outros usuários da estrada. Também convido os motoristas a conhecerem as ciclovias e a garantirem uma distância de passagem segura ao ultrapassar os ciclistas. Só se respeitarmos as regras é que vamos lutar contra as fatalidades nas estradas. ”

Mick Schumacher e Julian Alaphilippe se juntam aos 18 embaixadores de renome mundial do mundo da arte (Patrick Dempsey, Michael Fassbender, Pharrell Williams e Michelle Yeoh), automobilismo (Fernando Alonso, Charles Leclerc, Marc Márquez, Felipe Massa e Nico Rosberg), esporte (Yohan Blake, Didier Drogba, Haile Gebrselassie, Antoine Griezmann, Vanessa Low, Rafael Nadal e Wayde van Niekerk) e figuras públicas (HSH Princesa Charlène de Mônaco e Anne Hidalgo) que visam aumentar a conscientização sobre os principais fatores de risco, como velocidade, álcool, capacetes e cintos de segurança entre outros.

 

(Mundo Bici)

Admin

16 Abril 2021

Mobilidade

Comentários

Destaque

Um dos maiores eventos da indústria da bicicleta terá em 2021 uma versão híbrida com edição virtual acontecendo em simultaneidade com a tradicional Taipei Cycle Show, no Taipei Nangang Exhibition Center, em Taiwan