BERGEN, NA NORUEGA, TEM O MAIOR TÚNEL PARA CICLISTAS DO MUNDO

BERGEN, NA NORUEGA, TEM O MAIOR TÚNEL PARA CICLISTAS DO MUNDO

A cidade de Bergen, na costa oeste da Noruega, tem entre suas atrações turísticas as famosas sete montanhas que circundam sua área central – através das quais há uma série de túneis, que servem tanto automóveis quanto o transporte ferroviário. Agora, a população do município passará a contar também com um túnel de uso exclusivo de ciclistas e pedestres – e que será o maior do mundo para a passagem de bicicletas.

Com 2,9km de extensão, a nova passagem atravessa o monte Løvstakken, em um trajeto que corre em paralelo à nova linha do VLT - veículo leve sobre trilhos - que ligará Fyllingsdalen ao centro de Bergen, a segunda maior cidade norueguesa, com 280 mil habitantes.

O túnel será aberto ao público em abril de 2023, mas a imprensa foi convidada para conhecer a obra.

A passagem tem seis metros de largura, divididos por um piso de asfalto macio para os ciclistas e outro de borracha para os pedestres. A travessia no túnel nas duas rodas é estimada em 10 minutos.

Sem o túnel, os ciclistas se deslocavam  de Fyllingdalen via Melkeplassen ou Bønes até o centro da cidade de Bergen. O túnel encurtará a distância de bicicleta até o centro de Bergen em cerca de 5,5 km, economizando cerca de 20 minutos.

Arild Tveit, o gestor do projeto, explica que, “basicamente, este era um túnel destinado à ser utilizado como rota de apoio das saídas de emergência do VLT, mas depois algumas mentes mais perspicazes perceberam ser possível também andar de bicicleta através dele e isso acabou por ser o ponto de partida" para a obra.

"Percebemos ainda que ao criarmos essa passagem também era possível ter um percurso para exercício e, claro, podermos ir do ponto A ao B através do túnel. Por isso, acho que promovemos a saúde pública a cada metro do túnel", salientou Arild Tveit, aos jornalistas.

O túnel Fyllingsdal, é descrito como o maior do mundo exclusivo para ciclistas e pedestres. Não é totalmente verdade. Em Seattle, nos Estados Unidos, há um túnel "verde" mais longo. O Snoqualmie, com 3,6 km de comprimento, porém este foi adaptado de uma antiga linha ferroviária e o de Bergen projetado com este propósito ecológico, o que o torna nessa categoria como o maior do mundo.

O projeto não se limitou ao trabalho de engenheiros civis e pessoas de finanças. “Encontrar soluções boas e seguras tem sido um grande desafio. Sentir que alguém está seguro em um túnel de 3 km é mais do que saber se a instalação em si é segura”, disse Ole Wilhelm Mortensen, da Bybanen Utbygging - ou Desenvolvimento ferroviário urbano.

Para ajudar nisso, um psicólogo com especialização em arquitetura desempenhou um papel importante na fase de planejamento. Ele considerou quais medidas podem dar aos usuários do túnel a melhor experiência possível dentro da montanha. Os ciclistas passarão aproximadamente nove minutos dentro do túnel, mas para os pedestres esse tempo sobe para cerca de 40 minutos.

Também como resultado desse trabalho, duas “salas” foram escavadas no percurso, para fornecer um espaço natural, que poderá ser usado como área de descanso por pedestres e ciclistas e que também receberá instalações de arte.   Ainda para manter uma sensação mais agradável, as paredes do túnel receberam murais artísticos, criando um ambiente que remete a uma colorida galeria de arte.

O projeto envolve um sistema com cerca de 100 câmeras de vigilância no túnel, colocadas em intervalos regulares e telefones de emergência, instalados a cada 250m. Ainda pensando na segurança dos usuários o horário de funcionamento é limitado das 05h30 às 23h30 (fechado à noite entre as 23h30 e as 05.h30)

fotos: Ronny Turoy

(Life in Norway e Bybanen Utbygging )

Admin

17 Março 2023

Mobilidade

Comentários

Destaque

Novidades, esporte, moda, turismo, cultura, sustentabilidade e pessoas que movimentam esse importante setor da economia se encontraram durante 4 dias no Memorial da América Latina, em São Paulo, durante o 10º Shimano Fest