44 MILHÕES EM CICLOVIAS MAS NÃO É POSSIVEL CHEGAR ÀS COMPETIÇÕES DO RIO2016 PEDALANDO

44 MILHÕES EM CICLOVIAS MAS NÃO É POSSIVEL CHEGAR ÀS COMPETIÇÕES DO RIO2016 PEDALANDO

Apesar de a Prefeitura do Rio de Janeiro ter incluído ciclovias como parte das obras do legado olímpico, o torcedor que quiser ir aos eventos pedalando será impedido.

Em mensagem às pessoas que compraram ingressos e em comunicado em sua newsletter, o Comitê Rio 2016 desencorajou o uso de bicicleta e meios de transporte semelhantes: “Evite utilizar bicicletas, patins, patinetes, skates e similares para chegar aos locais de competição. Você não poderá entrar com eles nas instalações e não haverá local para guardá-los”. A restrição ocorre no perímetro próximo aos eventos, na chamada área de exclusão

Como forma de incentivar o uso de transporte público durante o evento, o governo fluminense criou o Cartão dos Jogos, passe que integra as opções de mobilidade.

De acordo com uma representante do comitê, o veto à bicicleta foi adotado em Olimpíadas passadas. Porém a explicação soa um tanto contraditória pois nas últimas Olimpíadas, em 2012, a organização dos jogos de Londres disponibilizou um mapa com ciclovias, para quem quisesse pedalar até os locais de partidas. Nos jogos de Londres2012, a capital britânica recebeu a pressão de grupos de ciclistas por incentivos para pedalar até os locais competições e  foi justamente uma forma de contornar os congestionamentos olímpicos e também de tentar acessar os locais dos jogos pedalando. Apesar das Interdições, das zonas de exclusão, das pistas exclusivas para os carros e ônibus da família olímpica os londrinos viveram tudo isso e os benefícios da bicicleta se tornaram óbvios para mais pessoas.

A ciclovia Tim Maia, principal trecho cicloviário construído como legado olímpico, custou R$ 44,7 milhões e foi inaugurada em janeiro e três meses depois parte dela desabou. Outros trechos de ciclovia construídos para a Olimpíada também  receberam criticas, por sua extensão e pela execução, como a do Parque Olímpico que vai do Parque Aquático Maria Lenk ao MPC-Centro Principal de Mídia
 

Arte: reprodução comunicado do Comitê Organizador dos Jogos

(Fontes: Bike é Legal / Transporte Ativo)

Admin

25 Julho 2016

Mobilidade

Comentários

Destaque

Nova propaganda institucional da Toyota sob o lema de inspirar as pessoas a superar limites, a cruzar a linha de chegada e conquistar o impossível, remete aos sonhos de um garoto italiano dos anos 70. A bicicleta e o ciclismo são pano de fundo de uma campanha de parceria Mundial de Mobilidade com o COI e o Comitê Paraolímpico