15 curiosidades e fatos engraçados sobre bicicletas

15 curiosidades e fatos engraçados sobre bicicletas

Algumas pessoas acham que as pessoas são mais antigas do que realmente são. Mas na verdade, as bicicletas não são muito mais antigas do que os automóveis. E as bikes comuns mudaram pouco ao longo dos anos. Porém, aconteceram algumas coisas (algumas bizarras) no caminho:

1 - Antes de 1840 as bicicletas não tinham pedivelas, até que um ferreiro escocês, Kirkpatrick Macmillan, construiu a primeira bicicleta moderna, que também tinha aros feitos de ferro. A bike não decolou. Antes disso, você tinha que correr em cima da bike, literalmente. Igual os Flintstones fazem com os carros.

2 - Em 1868 a levíssima bicicleta de 80kg Boneshaker foi introduzida. Ela tinha quadro de ferro, “pneus” de madeira e aros de ferro – tudo isso com uma pilotagem muito confortável. Eu acho que a Brooks já fazia selins naquela época. Finalmente o mundo tinha uma bicicleta (ou um velocípede, como era chamado naquela época) com a qual você podia correr e competir, a naquele mesmo ano fizeram uma corrida. Eu fico me perguntando se existia gente doente pelo peso da bicicleta naquele tempo.

3 -  O crescimento da bicicleta declinou com a popularização dos automóveis – por que pilotar uma bicicleta no meio deles ficou mais perigoso.

4 - Antes das bicicletas atuais, e antes da invenção do sistema de transmissão com corrente, o pedivela ficava na roda da frente. Para maximizar a velocidade, as rodas dianteiras incharam e ficaram com 64” (163cm) de diâmetro. Encontrar um para-lama adequado era muito chato.

5 – A bicicleta tandem mais longa tinha um pouco mais de 20 metros de comprimento, e 35 pessoas pedalavam nela.

6 – O homem mais rápido a bordo de uma bicicleta depois de mim foi o americano John Howard, que pilotou sua bike a quase 250km/h. Mas calma, havia um esquema. Um carro ia a frente dele e possuía um sistema para tirar a resistência do ar, facilitando para John, que sobreviveu para contar a história. Ainda assim achamos isso muito insano.

7 – Existem mais de 1 bilhão de bicicletas no mundo. Todo ano, entre 50-100 milhões de bikes são fabricadas. A margem de erro é o que impressiona. Essas estatísticas nunca se acertam com os números.

8 – Você pode estacionar 15 bicicletas no mesmo espaço utilizado por um carro.

9 – 25% das pedaladas diárias no mundo percorrem até 2km longe de casa, 50% são abaixo de 5km de distância total. Mais de 90% de todas as pedaladas são abaixo de 15km.

10 – Pedalar 3 horas ou 30 quilômetros por semana diminui o risco de doenças e paradas cardíacas.

11 – Em média, os americanos usam sua bike para 1 em 100 viagens – os holandeses usam em 30 a cada 100 viagens. Se os americanos aumentassem o uso da bike para 2% economizariam 3.500.000.000 (3,5 bilhões) de litros de gasolina por ano. Ou se o preço da gasolina fosse o mesmo que no Brasil.

12 – Comparado com carros, usar a bicicleta em 16km das viagens diárias economiza até 10 euros por dia (uns 42 reais), 5 quilos de dióxido de carbono e ainda queima 360 calorias a mais.

13 – Manter uma bicicleta custa, em um ano, 20 vezes menos do que manter um carro.

14 – A bicicleta é o veículo mais eficiente já criado. Um humano a bordo de uma bicicleta é mais eficiente (em energia consumida por quilômetro) do que trens, caminhões, aviões, barcos, carros, motos e jetpacks. Ainda assim, patos continuam sendo mais eficientes do que a bicicleta.

15 – Uma pesquisa apontou que triplicar a quantidade de ciclistas nas ruas diminuiria a quantidade de ciclistas atropelados pela metade – então vamos continuar a colocar mais bikes na estrada, assim todos teremos mais segurança!

 

(Revista Bicicleta)

Admin

17 Novembro 2015

Mobilidade

Comentários

Destaque

Nova propaganda institucional da Toyota sob o lema de inspirar as pessoas a superar limites, a cruzar a linha de chegada e conquistar o impossível, remete aos sonhos de um garoto italiano dos anos 70. A bicicleta e o ciclismo são pano de fundo de uma campanha de parceria Mundial de Mobilidade com o COI e o Comitê Paraolímpico